Periódicos

Print
Bíblia nº12 – Play hard
AA.VV.
Editor: Tiago Gomes
Colaborações de José Budha, Fernando Aguiar, João Chambel, Sparring Partners VS Tone Scientits, Paulo Carmo, Trigo Sousa, Miguel Moore, Pedro Zamith, Nuno Moura, António José Lopes, José Emílio Nelson, João Pinto, Mário Galego, Edgar Massul, Jos den Brock, Ângelo Ferreira de Sousa, Miguel Clara Vasconcelos, Joel de Lisboa, Braçalano Graça, Rui Pedro, Jorge Mantas, Teresa Câmara Pestana, Selinta Howing, Zapum, António Silva Oliveira, Augusto Oliveira Mendes, Fernando Guerreiro, Carlos Luís Bessa, Luís Chafes e Jan Rothuizen.

Design de Múltiplas dimensões (Aveiro).
Bíblia
Tiago Gomes
26X20cm
60 páginas
sem informação (entre 1000 e 2500 exemplares)
2001
Lisboa
sem informação
Offset. Capa a cores, miolo impresso a preto. Páginas agrafadas.
A Bíblia é uma revista aperiódica que se caracteriza pela diversidade de conteúdos e abordagens heterogéneas, assim como pela escolha abrangente de colaboradores, das mais diversas áreas como literatura, design, artes visuais, música, etc.
Este número não tem editorial.

Publicidade às exposições “Modos Afirmativos e Declinações” com comissariado de João Pinharanda/IAC e apresentado no Museu de Évora; “ Sparring Partners VS Tone Scientits” no Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, Lisboa Capital do Nada, IV Beja Alternativa, XLIX Biennale di Venezia cuja representação portuguesa ficou a cargo de João Penalva.

Projectos gráficos de José Budha, Paulo Carmo, Trigo Sousa, Miguel Moore “London>Travelogue”, Pedro Zamith, António José Lopes “When Music becomes poetry read it with Your Ears 27”, João Pinto “REF, Março 93”, Edgar Massul “Street entertainers”, Jos den Brock, Ângelo Ferreira de Sousa, Joel de Lisboa “Desiste da Literatura”, Selinta Howing ”Playing Beauty with Agencia”, Zapum, Carlos Luís Bessa “Papel Cinzento” e Jan Rothuizen “It’s easier to do better when there’s an audience”

Bandas-desenhadas de João Chambel; Teresa Câmara Pestana “Na vida como no poker”.

Textos e poemas de Fernando Aguiar “O Kant(o) de Pound”; Nuno Moura “Letras para Dance Music”; José Emílio Nelson “Em três actos”; Mário Galego “as crianças”; Miguel Clara Vasconcelos; Braçalano Graça “Música Negra – nota sobre a sociologia musical”; Rui Pedro “Música é o que fazemos em Portugal”; Jorge Mantas “SenSurround, membrana_sonora_envolvente”; António Silva Oliveira “Dança do Quinto Caralho”; Augusto Oliveira Mendes “Aracnismos”; Fernando Guerreiro “Os Poemas de Genebra”, “Postais Rasgados”; Luís Chafes “É isto Desejo que Chegue?”
Este número encontra-se disponível para consulta na Biblioteca Calouste Gulbenkian, Lisboa.
id