Periódicos

Print
Obra de Papel 19/24
João Penalva
Curadoria de Gabriela Vaz Pinheiro, projecto integrado no (OFF)ciclo: Novas Linguagens e Espaço Público.
CEC 2012
Fund. Cidade de Guimarães
40,5X27,8 cm
12 páginas (incluindo capa)
5.000 exemplares.
Lançamento da colecção completa “obra de papel”, com uma tiragem de 150 exemplares numerados e assinados numa caixa própria.
2012
Guimarães
não tem
Off-set duas cores (preto/vermelho), folhas encasadas.
Este exemplar é o décimo nono de uma colecção de 24.
A capa e a legenda no verso da última folha indica: Bulletin of New Acquisitions no. 27. Museum of Displays, Yuteval 1989. (2012).
As imagens documentam dispositivos de madeira comummente usados para mostrar peças de pequenas dimensões em vitrinas ou plintos, são objectos algo anacrónicos nos dias de hoje face às exigências de conservação dos Museus e galerias. Junto a estas fotografias encontramos uma breve ficha técnica e a descrição detalhada de um objecto (ausente).
Passo a citar um fragmento do documento divulgado pela CEC 2012: “A sua disseminação ainda no período anterior à CEC tem por objectivo cumprir uma das funções associadas ao conceito chave do programa “Novas linguagens”, contribuindo para uma familiarização com a imagem da obra de arte impressa (...). A Obra de Papel é um suporte, tipo jornal, entregue aos artistas para intervencionarem artisticamente como múltiplo, convidando-os a reformular trabalho existente ou a criar trabalho especificamente para este projecto, produzindo uma colecção de exemplares exclusiva para a CEC 2012.”
A colecção de jornais foi enviada gratuitamente por correio para um grande número de pessoas (razão pela qual quase todos os exemplares têm uma dobra); foram ainda distribuídos em espaços como escolas de arte, Museus e centros de arte.

Este número encontra-se disponível para consulta:

- Biblioteca da Fund. Gulbenkian, Lisboa; Biblioteca da Fundação Serralves, Porto, Portugal.

- CLA - Cabinet du Livre d'Artiste, Universidade Rennes 2, França.
id