Periódicos

Imprimir
Conversas XXXI – XL
(Quarta Publicação)
AA.VV.

Desenho Gráfico: Eva Gonçalves

Textos de: A Estante, Andresa Salgueiro, António Araújo, Artur Santos & Sara Ruas, Bruno Garrudo, Carlos Alves, Catarina Laranjeiro, Constança Saraiva, Cristina Vaz, Eva Gonçalves, Fernando Sousa, Filipa Nunes, Filipa Valladares, Francisco Lufinha, Gonçalo Martins, Jaime Carvalho, Joana Manaças, Joana Pielsticker, Joana Reiais Pinto, João Meirinhos, Jónatas Pires, Lara Morais, Leandro Fans & Rita Bragança, Lucas Almeida, Luísa Alpalhão, Luís Nascimento, Luís Rocha, Mafalda Fernandes, Margarida Rêgo, Miguel Rodrigues, Nicholas Carvalho, Nuno Pereira, Panx Solajes, Pedro dos Reis, Rita Frazão, Rodrigo Crespo, Senhora do Lago, Sérgio Marques, Sílvio Teixeira, Susana Lourenço, Suzana Branco, Tânia Cardoso e Tiago Almeida

Tradução: Miguel Rodrigues

Revisão de texto português e inglês: Constança Saraiva e Mafalda Fernandes

Fotografias: Constança Saraiva, Mafalda Fernandes, Mariana Veloso, Miguel Lopes, Miguel Rodrigues e Ricardo Pereira

Desenhos: António Araújo e Lucas Almeida
Constança Saraiva
Mafalda Fernandes
14,5 x 19,5 cm
109 páginas + capa mole + envoltório/poster A3
100 exemplares numerados
2013
(Abril)
Lisboa
não tem
Capa impressa a riso de uma cor (verde).
Miolo: impressão digital a P/B, folhas encasadas e agrafadas.
Envoltório/Poster impresso em riso a duas cores – azul e verde.
Esta publicação foi feita no âmbito das Conversas: uma série de encontros muito informais para conhecermos e falarmos sobre os projetos e interesses uns dos outros.
Acontecem todas as quartas-feiras, em dois ateliers em Lisboa.
As Conversas são um projeto da Constança Saraiva e da Mafalda Fernandes.

“No final de cada série de dez Conversas, é editada e publicada uma pequena publicação que serve como um arquivo que sintetiza a memória do que essas Conversas e trocas foram. Em colaboração com a Mafalda e a Constança, desenhei a quarta edição desta publicação. O briefing é bastante livre — refletindo a própria natureza do projeto, que como mencionado por ambas, pertence a todos aqueles que nele participam — e sendo as possibilidades imensas, as limitações são quase exclusivamente económicas. Começámos por decidir trabalhar com as sobras de papel de cor inutilizado oferecido por um dos patrocinadores, evitando que se transformassem em desperdício. Mas a abundante mistura de cores disponível complexificou o processo de conceptualização, desafiando constantemente o sentido de unidade da publicação. Decidimos então imprimir um número limitado de cópias em cada uma das cores, acabando com quatro versões da mesma publicação, lembrando-nos que a experiência coletiva das Conversas é também pessoal e individual e consequentemente diferente para cada um. A Mafalda e a Constança quiseram também incluir referências aos múltiplos eventos e projetos paralelos que têm vindo a desenvolver no contexto das Conversas. De forma a integrar estes, criámos uma nova secção a que chamamos "Conversas Paralelas" e projetámos uma publicação dupla, com duas direções de leitura diferentes.”
Texto de Eva Gonçalves.

(Texto cedido pelas editoras a Tipo.PT)
id
date time
2013-07-19 01:00:00