Edições

Print
Amanhã 1909-2009 (BF20)
AA.VV.
Participações de Isabel Carvalho, Dayana Lucas, João Alves Marrucho, Pedro Nora e ATLAS Projectos.
Braço de Ferro
23 x 29,7 cm
80 páginas + dois cartazes
os editores Isabel Carvalho e Pedro Nora não revelam essa informação.
2009
(Julho/Novembro)
Porto
não tem
Offset. Capa impressa a cores; miolo impresso a cor directa, preto ou azul. Cartazes impressos a uma cor (cor-de-rosa). )Diversas gramagens e qualidades de papel. Cadernos cosidos e colados à lombada.
Amanhã está organizado por páginas de artistas e colaborações:
Amanhã 1 / páginas 1-16 / Isabel Carvalho
Amanhã 2 / páginas 17-32 / Dayana Lucas
Amanhã 3 / cartazes / Isabel Carvalho e Dayana Lucas
Amanhã 4 / páginas 33-48 / João Alves Marrucho
Amanhã 5 / páginas 49-64 / Isabel Carvalho e Pedro Nora
Amanhã 6 / páginas 65-80 / ATLAS Projectos
Esta edição caracterizada pela diversidade de abordagens e interpretações do material original fornecido aos artistas.

Sinopse retirada do website dos editores: “Entre 1 de Junho e 15 de Agosto de 1909 foram publicados em Portugal, pela mão de Grácio Ramos e Pinto Quartim, 6 números do periódico anarquista Amanhã. Na apresentação do número inaugural, os seus autores definiam a publicação como uma “revista popular de orientação racional, rompendo com todo o passado, sem respeitar nem ídolos, nem deuses, nem dogmas, nem preocupações.” Ao longo da curta existência do periódico foram debatidos nas suas páginas temas como a educação, o amor livre, o trabalho, a pedagogia libertária, o ateísmo e a propriedade.”
id