Edições

Imprimir
Logomaquia
Filipe Cabau
Nota: Philip Cabau, que assina aqui Filipe Cabau. Esta edição produzida pela APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, teve o apoio da Câmara Municipal do Porto.
APAV
20X12 cm
76 páginas + capas
480 exemplares produzidos por Marca-Artes gráficas, Porto. Houve uma edição especial de 10 exemplares numerados com impressão manual dos selos em pedra.
1994
Porto
não tem
encadernação tradicional chinesa, com folha dobrada para evitar a contaminação (com a tinta caligráfica) da página seguinte, cosido com linha branca. Off-set, duas cores (preto e vermelho).
Este livro reúne um grande número de desenhos que são a síntese dos painéis (20x50cm) que constituíram uma exposição, com o mesmo nome, que esteve patente nas Instalações da Fundação Oriente, na Rua do Salitre, Lisboa, à mesma data. Esses originais constavam de uma folha de papel de arroz com a impressão directa, em tinta chinesa vermelho mercúrio, das respectivas imagens gravadas em pedra-sabão (expressamente adquiridas por Philip Cabau durante a sua estadia em Macau). Os selos foram gravados pelo autor a partir de desenhos originais. Neste sentido, a reprodução em Off-set reproduz as imprecisões da aposição manual do carimbo. Tematicamente, e conforme às problemáticas de apoio social da APAV, o autor divide as imagens em dois grupos: Vitimados (como por exemplo, estratégia, diálogos, wallpaper, cuidado, entre outros) e Lacónicos (como por exemplo, biblioteca, aquário, canteiro, não podemos mais, entre outros).
O livro inicia-se com três textos, o primeiro de Celina Veiga de Oliveira sobre Camilo Pessanha, com o ex-libris, em forma de selo oriental da biblioteca do poeta; segue-se o poema “Branco e Vermelho” de Camilo Pessanha e, por fim, um texto de Lúcio Luís (também Philip Cabau) intitulado “Estampar, incutir”.
O autor dedica esta edição ao Vítor (Póvoas). Edição esgotada.
id
date time
2013-02-13 10:21:03