Edições

Imprimir
Fábrica
Daniel Blaufuks
Texto de Eduardo Brito
Fotografias originais de Domingos Alvão e outros anónimos ou não identificados.
Guimarães 2012
Capital da Cultura
Pierre Von Kleist
20.5 x 25.5 cm
172 páginas
sem informação
2013
Guimarães
356752/13; 978-989-98292-2-0
Impressão offset, cor. Cadernos cosidos e colados. Capa dura com sobrecapa.
Livro concebido no âmbito de Guimarães Capital da Cultura 2012, em torno de documentação antiga e recente, imagens de Daniel Blaufuks, sobre a Fábrica de Fiação e Tecidos do Rio Vilela. O livro contém 2 textos:
- Os regulamentos internos da fábrica – Obrigações dos operários e obrigações do Director de trabalhos - que datam de 1847
- Texto de Eduardo Brito, cujo mote é uma citação de “Quatro Quartetos: Burnt Norton” de T.S. Eliot.
A edição consultada continha um panfleto com a tradução para inglês, por Manuel João Neto, um DVD e uma fotografia não numerada. O panfleto em inglês contém ainda um texto de Daniel Blaufuks cujo mote é uma citação de W.H. Auden “One cannot walk though an assembly factory and not feel that one is in hell.”
Joan Flasch Collection, SAIC Flaxman Library, Chicago.
id
date time
2017-08-18 12:07:40